Atualidades

Publicações Recentes

  • ALMEIRIM, TOPÓNIMOS, RAZÃO DE SER
    Curioso trabalho de síntese e investigação que complementa a informação disponível sobre a toponímia da cidade de Almeirim. Carlos Jardim [Almeirim, 1955] procurou criar um documento que...
  • CONTOS DE ENTRE MUGE E SORRAIA
    Contos são pedaços de vida, recolhidos aqui e ali, amassados com emoção . Estes - de Manuel Evangelista - não são diferentes. São igualmente consequência da vida dos precários que...
  • ONDE PARAM OS ANJOS
    A escrita de Filipa Ribeiro da Cruz é uma inquietude da juventude, com preocupações sociais fortes. Neste seu primeiro livro a jovem autora retrata um crime de implicações mundiais. Num certo...
  • O ESPÍRITO DE ALMEIRIM; um desafio
    Nas palavras de José Andrade este seu livro (...) pretende ser um contributo sério - mas simples e objetivo -  precisamente, para uma melhor apreensão da história da evolução de Almeirim,...
  • AS ORIGENS Benfica do Ribatejo
    A Vila de Benfica do Ribatejo encontrou a sua razão de desenvolvimento nos aforamentos do Séc. XVIII. As terras situadas ao longo da Estrada Real, hoje a Rua Direita, pertencentes a D. José da...
  • HISTÓRIAS FERROVIÁRIAS
    Manuel Evangelista, conhece bem os comboios. Sabe do que fala. Vivenciou-os, por isso as «Histórias Ferroviárias», abordadas neste seu livro monográfico, baseiam-se numa paixão que lhe veio do...
  • O ACAMPAMENTO ROMANO DO ALTO DOS CACOS, Almeirim
    Este é um trabalho de parceria, que reune investigação sobre a estação arqueológica do Alto dos Cacos (Almeirim) e vem sublinhar a relevância insuspeita, que este sítio teve na romanização...
  • PAÇO DOS NEGROS DA RIBEIRA DE MUGE - A TACUBIS ROMANA
    Esta publicação, que resulta de cuidada pesquisa sobre a história deste lugar, pretende ampliar os estudos iniciados com o historiador Frazão de Vasconcelos em 1926, bem como trazer à luz dos...
  • MARQUESA DE ALORNA
    D. Leonor de Almeida Portugal, 4ª Marquesa de Alorna, conhecida no meio literário como Álcipe, foi uma mulher culta e interventiva, muito avançada para o seu tempo. Viveu em Almeirim e nos...
  • FLORES NO MEU CAMINHO
    Numa prova de que a idade não importa, Maria José Gabirra, diz-nos que é sempre possível construir, através da escrita, palavras ditadas pelo coração e que a verdadeira essência das coisas se...

VAGAMENTE MARÍTIMO, poemas de Paulo Serra

Avaliação: / 2
FracoBom 

altTarde de sábado, 7 de maio. Chove, como se estivessemos na estação das chuvas. Não fora a paleta de cores primaveris e diriamos estar ainda no dealbar do ano. Auditório da Biblioteca Municipal de Almeirim praticamente cheio para a apresentação do livro de poemas "Vagamente Marítimo" de Paulo Serra. 

 

EMÍLIA ALVES, ser poeta no feminino

 

Apesar da chuva, a sala que nos esperava para a apresentação do livro "16 Autores" estava composta. Havia os intervenientes necessários para apresentar a público a coletânea de textos de "16 autores" encontrados entre poetas e prosadores, dos quais [com orgulho nosso] se incluí uma escritora [mais poetisa, por ora] de Almeirim. Referimo-nos a Emília Alves que, apesar de se sentir francófona - cultura e educação que também a ajudou a formar - se afirma naturalmente, almeirinense.

 

Encontro com Autores de Almeirim

altNo âmbito do programa das Festas da Cidade deste ano estão agendados um conjunto de encontros com Autores de Almeirim que vão procurar dar substância às (suas) palavras escritas. Durante uma semana os autores/escritores vão dar corpo e voz - em palestra aberta às suas preocupações, anseios e projetos e demonstrar que faz sentido passar das palavras ditas às escritas. Enquadrados no contexto da promoção da cultura local e das edições sobre o concelho, estas palestras moderados pelo Pelouro da Cultura da Autarquia são o saudável encontro entre o devido reconhecimento publico destes autores e a visibilidade que deve ser dada às suas obras. Contamos com a sua presença! (dias 22.23.24.25.26 de junho, sempre às 21h00) Fica aqui, convite igual para a apresentação da publicação de Celestino Simões, também ela no Auditório da Biblioteca – sábado 27, pelas 16h00).

 

Share/Save/Bookmark